O dízimo é o reconhecimento de que tudo pertence a DEUS. Nós apenas administramos o que d’Ele recebemos. É uma profunda relação entre você e Deus. O dízimo é devolver a Deus uma pequena parte do muito que Ele nos dá. A graça de Deus não tem preço. Nem todo a dinheiro do mundo pode comprá-la. Portanto, o dízimo não é pagamento, mas sim devolução. O dízimo coerente é aquele que nasce e cresce pela fé. A plena conversão do cristão ao dizimo está na mesma medida e proporção de sua conversão em Cristo.

Com o dízimo, ajudamos a Igreja a cumprir sua missão, em especial a de evangelizar. Quem oferta o dízimo com consciência e fé torna-se evangelizador, mesmo que não possa ou não saiba anunciar a Palavra de Deus. O próprio ato de contribuir com o dízimo já e um ato evangelizador, pois a ação é um complemento da oração.

Além disso, contribuir com o dízimo é ajudar a manter e cuidar da Igreja, a casa de oração da comunidade. É com o dinheiro do dízimo que se compram as velas para o altar, os cálices, os cibórios, os livros e folhetos litúrgicos, paga-se conta de luz, água, telefone, funcionários e tantas outras despesas.

Portanto, o dízimo que você oferece vai se transformar em Evangelho, em remédio, em pão, em missão e colaborar na construção do Reino de Deus.

Como ser um dizimista: Para se tornar um dizimista é muito simples. Preencha com seus dados a ficha cadastral que está à disposição na Paróquia, entregue na Secretaria Paroquial. Depois basta enviar o seu valor a cada mês.