Para que nunca falte o pão

Santo António, amigo dos pobres, que inspirais vossos devotos a vos honrar oferecendo pão aos necessitados, eu vos peço a graça de que nunca falte o pão à nossa mesa, ganho com trabalho digno e justo. Eu vos prometo, de minha parte, olhar sempre com carinho pelos mais necessitados, oferecendo um pouco do pão que tenho à minha mesa.

Sobretudo, ajudai-nos a buscar sempre o Pão vivo que desceu do céu, que é o próprio Jesus Cristo na comunhão, verdadeiro alimento para a vida eterna. Vós, que tantas vezes o tivestes em vossas mãos, fazei que também nós este pão nunca me falte e eu o tenha, sobretudo, na hora da minha morte. Assim seja!

Oração a Santo Antônio

Lembrai-vos, glorioso Santo António, amigo do Menino Deus e servo fiel de Maria Santíssima, que nunca se ouviu dizer que alguém que a vós tivesse recorrido ou implorado vossa proteção, ficasse desatendido, é isto que me enche de confiança e me anima a recorrer também a vós.

Sinto-me oprimido por meus pecados, mas mesmo sentindo-me pecador, ouso dirigir-me a vós para expor minhas necessidades e aflições. Não rejeiteis a minha oração, vós que sois tão podereso junto ao Coração de Cristo e obtende-se a graça que confiantemente vos peço (expor o pedido).